•   17/08/2010
     
    10
     
    alexa

     Nothingandall    

    http://nothingandall.blogspot.com
    CategoriaEntretenimento
    Votos: 2 | Seguidores: 0
    Parcerias: Sim |  e-mail: nothingandall@gmail.com
    Descrição: Amor, morte, poesia, política, actualidade, futebol, efemérides, solidão, paz, humor, musica...tudo e nada; Here we talk about life, love, death, On this day in History, poetry, politics, football (soccer), solitude, peace, humour, music ... nothing and all.
    Comentários(0) | Reportar | Twittar | Proprietário | Seguir
    •  Últimos Feeds:
       



    • Tatuagem - Ruy Guerra (na voz de Elis Regina)

      Quero ficar no teu corpo feito tatuagemQue é pra te dar coragem pra seguir viagem Quando a noite vem E também pra me perpetuar em tua escrava Que você pega, esfrega, nega Mas n&ati...

       21/08/14 - 20:47 |

    • Esperança - Fernando Semana

      EsperoDesesperoPor uma notícia boa- «joaninha voa, voaque o teu pai está em Lisboa» -Que sem saberler nem escreverDê sentido ao viver.- Tô! - Já és ...

       21/08/14 - 14:35 |

    • Tarde de Agosto - Matias de Lima

      Domingo. O sol molesta, Incendeia o horizonte. Tocam sinos à festa Em S. Pedro do Monte.Num ramo de giestaCanta um melro defronte.É poeta: manifestaO estro de Anacreonte.Nos fios telef&o...

       19/08/14 - 20:48 |

    • Musical Suggestion of the Day: Destino Marcado (fado menor) - Ricardo Ribeiro

      Ricardo Alexandre Paulo Ribeiro, conhecido como Ricardo Ribeiro, nasceu em Lisboa a 19 de agosto de 1981 ...

       18/08/14 - 20:23 |

    • Poema XVI de Canções: Eu ontem passei o dia - António Botto

      Eu ontem passei o diaOuvindo o que o mar dizia.Chorámos, rimos, cantámos.Falou-me do seu destino,Do seu fado...Depois, para se alegrar,Ergueu-se, e bailando, e rindo,Poz-se a cantarUm ca...

       16/08/14 - 20:45 |

    • Introdução + Paz! - António Nobre

      MEMORIAÀ MINHA MAE AO MEU PAIAquele que partiu no brigue Boa NovaE na barca Oliveira, anos depois, voltou;Aquele santo (que ê velhinho e já corcova)Uma vez, uma vez, linda menina a...

       15/08/14 - 20:55 |

    • Nessa parede verde da hera - Fiama Hasse Pais Brandão

      Nessa parede verde da herao teu rosto cada vez ganha mais forma,entre as mãos de verdura estendidasaos ventos que as dobram e movem.quando te vejo na luz ou nessa sombraestar vago e ser t&atild...

       14/08/14 - 21:12 |

    • Meditação sobre o desperdício

      A morte de alguém conhecido traz-nos, por momentos, à realidade etérea da vida e mostra-nos quão vã e futilmente, em grande parte, a desperdiçamos. Um pouco m...

       13/08/14 - 21:31 |

    • ARS POETICA - Czeslaw Milosz (na passagem do 10º aniversário do seu desaparecime

      Sempre aspirei por uma forma mais ampla,que não fosse poesia nem prosa em demasiae permitisse a compreensão, sem expor ninguém,nem autor nem leitor, a grandes tormentos.Em sua ess...

       13/08/14 - 20:27 |

    • Maldição, letra de Armando Vieira Pinto, na voz de Amália

      Maldicão by Amália Rodrigues on GroovesharkQue destino ou maldição Manda em nós, meu coração? Um do outro assim perdido, Somos dois gritos calados, Doi...

       12/08/14 - 20:30 |

    • O ANAGRAMA - Gonçalves de Magalhães

      Dos vates a antiga usançaquis resso seguir,ensaiando em anagramateu doce nome exprimir;mas a mente em vão se cansa,no desejo que me inflamanada me vem acudir.não desistindo da id&...

       12/08/14 - 20:25 |

    • Claro-Escuro - Miguel Torga

      Dia da vida,noite da morte...o versoe o reversoda medalha.e não há desespero que nos valha,nem crença,nem descrença,nem filosofia.esta brutalidade, e nada mais:sol e sombra...

       11/08/14 - 21:52 |

    • Reticências e Interstícios - Fernando Semana

      Vivem em mim as reminiscênciasDa praia dos teus olhos, solstícios! Fernando Semana ...

       10/08/14 - 20:46 |

    • Baldio - Rui Knopfli

      O menino que eu fui debruça-se furtivode meus olhos sobre o recanto da paisagem.Entre a dureza austera dos prédiose o largo sorriso colorido das vidraçasaquele recanto que sobrou ...

       10/08/14 - 13:44 |

    • história de cão - Mário Cesariny

      Eu tinha um velho tormentoeu tinha um sorriso tristeeu tinha um pressentimentotu tinhas os olhos purosos teus olhos rasos de águacomo dois mundos futurosentre parada e paradaha um cão de...

       08/08/14 - 22:05 |

    • Ode Quarta, de Odes ao Tejo - Armindo Rodrigues

      (…) Só vadios e poetas te queremos,meu Tejo antigo, eternamente novo.E, contudo, és as vértebras de um povo.Um bote surge chapinhando os remos,Enquanto eu com um pé ...

       07/08/14 - 20:45 |

    • Oferta - Maximiano Campos

      Nada tendo para te oferecer,te oferto:as rédeas da minha imaginação,os meus versos,e a sua precária imperfeição.o que possa haver no meu cantode puro e limpo,...

       06/08/14 - 20:47 |

    • O nome da ausência - Albano Martins

      O sótão: era alique o mundo começava. Aindanão sabias, então,quantas letras te seriamnecessárias para soletraro alfabeto dos dias, para enchera tua caixade m&...

       05/08/14 - 21:29 |

    • MEDITAÇÕES SOBRE A MORTE - António MIranda

      “Sou onde não estou estou onde não sou”. LACAN 1. Definitivamente, vou ao hospício para recobrar a lucidez. 2. Tiro fotos para apreender a realidade e flagro a morte. ...

       05/08/14 - 15:08 |

    • A cor do cabelo - Delfim Guimarães

      foto: Bébé daquiPara ficar arquivadoNo álbum da sua infânciaRescendente de fragrânciaUm caracol foi cortadoAo seu cabelo anelado.Quando mais tarde, a distânciaB...

       03/08/14 - 21:24 |